Nº 3 do Quarteto VS

Heterónimo
Personagem criada por um autor como se fosse um desdobramento de si próprio.
Regra geral, tem data de nascimento, biografia e uma filosofia de vida distinta da do seu criador, donde resultam estilos literários diferentes.

VASCO DE SAMOA
O Arqueólogo de Memórias

Vasco de Samoa (pseudónimo de Pedro Miguel da Cunha), nasceu na Ericeira no dia 23 de agosto de 1999, filho de Américo Manuel da Silva (natural de Peniche) e de Maria Emília Nogueira da Cunha (natural da Foz do Arelho). Com vinte anos matriculou-se no curso de Letras da Universidade de Coimbra, mas logo desistiu por inadaptação e rebeldia. Quando regressou à Ericeira ficou a morar na casa dos pais, e começou a dar aulas de surfe. A sua paixão por esta atividade desportiva, surgida ainda em criança, levou-o a adoptar, para seu pseudónimo, o nome de um país da Polinésia, no Pacífico Sul, famoso pelas suas praias com excelentes ondas para a prática do seu desporto favorito. Levando ao extremo o seu gosto pela ordem e pela organização, faz questão de que o número de versos dos poemas de cada conjunto corresponda ao número de letras do título. Outro tipo de dados.

Ficheiro com três exemplos dos seguintes conjuntos

— Seu nome?… Rosa! —
— Do lado de fora da amnésia —
— Partilhas com Vitorino de Sousa —

 Vasco de Samoa desafia Virgínia de Santiago

 Vasco de Samoa desafia Valéria de Santirso

Retorno para a página do Quarteto VS