Balança Previsões 2020

Rafaela Baldaia é uma astróloga de referência com décadas de experiência.
Tanto assim que até foi capaz de prever, com antecedência, a chegada da Covid-19.
Infelizmente, ninguém ligou nenhuma.

Rafaela Baldaia a molhar os pés na praia de Algés, nos arredores de Lisboa.
Sendo nativa de Peixes, não admira que goste de ter os pés de molho.

Pisciana nascida na Hungria, vive há muito em Portugal acompanhada pelo Edgar.
Este canídeo extraordinário tem uma função essencial na atividade desta consagrada astróloga, pois funciona como antena de recepção das intuições enviadas pelo mentor da sua dona – o sábio Ku Perny Ku – que opera a partir da 5D.

O Edgar depois de canalizar as previsões induzidas por Ku Perny Ku

É uma honra poder apresentar nesta página as perspicazes e imperdíveis previsões que Rafaela Baldaia se propõe redigir, mensalmente, para o signo em vigor… e somente para nós! Portanto, escusas de procurar; não estão em mais lado nenhum!

Previsões para BALANÇA/2020

                             ♥      

Ah! Como é difícil a gente dar-se bem com toda a gente! Bom, se não toda a gente, pelo menos a grande maioria. Eu sei, minhas queridas, não é preciso fazer previsões para vos dizer que vão surgir pessoas muito difíceis, irascíveis, intolerantes, teimosas, marretas até, com quem vai ser dificílimo vocês estabelecerem relações equilibradas, afáveis e educadas. O vosso regente solar é isso que vos pede, mas – Ó Fortuna! – quantas vezes a roda gira ao contrário! Digam-me: Quantas de vocês têm essa marmórea e maneta deusa colocada no signo de Carneiro? Quantas? 1343, a fazer lembrar a espada de D. João I? Sejam quantas forem, a previsão é a seguinte: não se deixem influenciar pelas estratégias masculinas! Vénus repimpada nos domínios de Marte – ainda por cima durante a vossa vida inteira, santos deuses do Olimpo! – é pouco menos do que uma aberração. Não faz sentido! Ela é tão doce que, por vezes, não se apercebe de que Marte, ao ser rude, esfaqueia dolorosamente o corpo da Delicadeza. (O Edgar até encostou a cabecinha na minha perna, depois de ouvir esta frase!)  Felizmente, eu tenho a minha Vénus em Touro, que sempre funcionou como um airbag contra as investidas tormentosas do desatinado Deus da Guerra. Portanto, minhas macias amigas, tenham Vénus em Carneiro ou noutro signo qualquer, sigam o conselho que o meu mentor, Ku Perny Ku, me deu há já um ror de tempo: lidem com os homens assanhados dando-lhes desprezo! Eles ficam pior que estragados, mas voltam sempre. Despeço-me a ao próximo mês, para vos dar as minhas previsões para Escorpião, esse mal afamado signo, embora injustamente. Afinal, o arquétipo escorpiónico não tem culpa nenhuma de que certas pessoas sejam como são.  Beijinhos da vossa amiga Rafaela.

Protesto de Dona Brites a estas previsões

Quem me falou de Dona Brites, pela primeira vez, disse que sempre a conheceu como uma pessoa azeda, reaccionária e racista, a quem puseram a alcunha de “a Resmungona”. Na altura não dei grande atenção. Mas, recentemente, esta senhora, vendo que eu estava a divulgar as previsões de Rafaela Baldaia, começou a enviar-me os seus protestos visando essa grande astróloga. Ora, como eu defendo o direito à livre expressão e circulação de ideias e opiniões (mesmo que não concorde com elas), divulgo o que dela vou recebendo. Olhando para o seu mapa natal, não tardei a perceber por que Dona Brites é conhecida como “a Resmungona”. Bom, haverá quem ache que ela é azeda, reaccionária e racista; para mim, não passa de uma mulher extremamente infeliz.

Dona Brites, enquanto apanha o seu banho de sol, mata saudades olhando para o anel
que seu marido lhe deu, antes de começar a dar-lhe com o cinto.

A resmunguice de Dona Brites

Uma imigrante, chamada Rafaela Baldaia, que se diz astróloga (?), dá o seguinte conselho às suas fãs nas suas previsões para Balança/2020: “… lidem com os homens assanhados dando-lhes desprezo! Eles ficam pior que estragados, mas voltam sempre”. Sabem que mais?… TRETAS!… Eu nem sei porque é que leio o que essa charlatã diz! Sabem porque é que estou fula? Porque muito antes de conhecer as baboseiras sabichonas desta senhora, foi isso, exactamente, o que eu fiz ao meu Arlindo: dei-lhe desprezo! Porquê? Ora, porque sempre que bebia um copo a mais, ficava assanhadíssimo e, claro, eu já sabia o que me esperava. Não, não me arrastava para a cama para se aliviar; puxava era do cinto para me dar porrada de criar bicho! Depois de anos disto e várias idas ao hospital, lá arranjei coragem para mandar o mastronço pastar caracóis. … Ah! Mas não tardou a chegarem umas saudades tão grandes, tão grandes, que deram cabo de mim! Porquê? Ora essa! Porque, bem vistas as coisas, o Arlindo é um bom homem. E eu, confesso, sempre gostei muito dele. E, apesar das nódoas negras e das dezenas radiografias, continuo a gostar! Afinal, é o único homem que conheci na minha vida. Ai de mim! Vivi meses na esperança de que ele me viesse bater à porta, como a aldrabona da húngara escreveu nas suas previsões foleiras. Mas, qual quê! O meu homem não apareceu, nem sóbrio nem bêbedo. Nem sei o que é feito dele. Estou até a pensar pedir à CMTV que me ajude a encontrá-lo, porque não consigo viver nesta malvada solidão. “Eles voltam sempre”, o tanas e o badanas!!! Intrujona!… Vigarista!… Essa senhora estrangeira devia era ter ficado lá onde nasceu! Não tinha nada que vir pra aqui iludir as pessoas de bom coração. No tempo de Salazar, a megera já tinha sido recambiada para a Hungria. … Um dia, ainda hei-de perguntar ao Sr. Vitorino de Sousa onde foi desencantar esta aldrabona!

Resposta de Rafaela Baldaia

Ai, filhas! Se eu me aborrecesse com as tolices das pessoas ignorantes, já me tinha fechado em casa a pesquisar as coordenadas geográficas do Grande Portal. Julgam que fiquei chocada com os comentários que a Brites enviou ao Sr. Vitorino? De maneira nenhuma! E ele divulgou-os e fez muito bem. Ah! Muitas vezes, só quando escorregamos na seiva da imbecilidade ou provamos a gema da taralhouquice, é que decidimos ir ao encontro da Iluminação. Eu que o diga! Com quatro planetas em Peixes sei muito bem o que isso é. Ku Perny Ku – o meu adorado mentor pleiadiano -, até me disse assim, tal e qual: Rafaela, vozes de burro não chegam aos céus, seja lá ele de que espécie for! Sim, porque céus há muitos, resta saber com quem é que a gente os povoa. Até me ficou a doar a cabeça! O meu Edgar, pelo contrário, estava no sofá a passar pelas brasas, abriu o olho e pôs-se de barriga pra cima, todo regalado! Indo ao que interessa: devo confessar que esta noite acordei toda assarapantada. Pensei que fossem ladrões, mas não. Era outra mensagem de Ku Perny Ku. E trazia a indicação para pedir divulgação ao Sr. Vitorino. Uma espécie de direito de resposta. Eu sei que a Brites tem os ouvidos tapados pela cegueira e os olhos tapados pela surdez, mas não me atrevo a calar o que recebo das Plêiades… embora só perceba do que se trata quando o Edgar se põe a girar as orelhas como se fossem radares e a dar ao rabo em todas as direções. A mensagem para a Brites é a seguinte: Dona Brites, com todo o respeito pleiadiano (que é muito diferente do respeito terráqueo), lhe digo que as mentes vazias são capazes de criar monstros tenebrosos. E mais não dizia! Mas eu tenho experiência suficiente para acrescentar que esses monstros são tenebrosos precisamente porque tendem a devorar os seus criadores badalhocos e abelhudos. É só uma questão de tempo. Eu sou uma pessoa condescendente. Mas, quando me chega a mostarda ao nariz, o meu Plutão de Casa 1 faz subir uma coisa por mim acima, que me torna implacável. Um abracinho de Luz para todas vocês.

Página com as previsões de Rafaela Baldaia para o signo em vigor