Poesia

Os 12 capítulos da Obra Poética Complética

Textos em português… com e sem açúcar!

Aos microfones da Rádio Gilão, Tavira
 Clube Mágico, com Lília Martins. Sábados, das 09:00 às 11:00.

 Haja Manhã, com Ana Cristina. Quartas-feiras, das 10:00 às 12:00.

A poesia dos outros
dita por mim

Coletâneas de poemas sobre o mesmo tema

 


 

OS MEUS LIVROS MAIS RECENTES
disponíveis para compra

Memórias de um Incansável Viajante (2022)
Da minha Musa Menina (2021)

— PROJETO LIRATECA —
Se uma cinemateca é um “lugar físico onde se conservam e guardam películas cinematográficas”, a Lirateca é um lugar virtual onde se conservam e guardam poemas dos poetas de língua portuguesa.
Apresentação do projecto   —   Arquivo de poemas


— ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE GESTOS ASTRO-POÉTICOS —
Poesia escrita com base na simbologia astrológica
Manifesto e Arquivo

Por favor, ajuda-me a divulgar estes projetos publicitando esta página.
Muito obrigado.

Os três livros listados abaixo estão disponíveis, em formato PDF,
para descarregamento gratuito.

EM NOME DA MÃE
Esta obra, de 2007, apresenta 72 diálogos poéticos entre o “Leigo que fala alto” e o Eu Superior dele. Há quem lhe chame Mestre Interno. Preferi chamar-se “Grande Sábio Que Fala Baixinho”. Trata-se dos desafios que o medo – esse filho dilecto do ego – nos tem vindo a colocar através da falta de tolerância, da raiva, do ódio, da agressão, da culpa, da morte, etc.

OS 12 ESTADOS DO SER 
Esta obra de poesia (publicada pela Ed. Nova Fronteira, Rio de Janeiro, 1993), contém 12 sobre os signos + 12 de transição entre signos. Estão escritos no formato “simbiose”, o qual recebeu, em 1979, o Prémio ‘Revelação’ de Poesia da Associação Portuguesa de Escritores.
Como se escreve no formato ‘simbiose
Visita a página Astrologia Arejada.

SIMBIOSES
Este formato poético, criado  por mim, em 1979, foi distinguido, nesse mesmo ano, com o Prémio “Revelação” de Poesia, atribuído pela Secretaria de Estado da Cultura, com a colaboração da Associação Portuguesa de Escritores. O livro ‘Simbioses’ com os 15 poemas premiados foi editado, em 1980, pela editora Arcádia que, entretanto, faliu. Como não foi reeditado, está fora do mercado.