Poesia

ATENÇÃO
Foi criada uma página onde se mostra (na presença de Fernando Pessoa) como a Astrologia e a Poesia podem formar uma parceria eficaz.
Os itens
Não sei a hora — O Nome do Jogo é Totalidade — Astrologíssimas Trindades
que estavam aqui, passaram para lá. 

 


Alguns itens d’Obra Poética Complética

Prefácio

Ditados da Musa Menina

Denúncia do Amor Farpado  / Trípticos

Reflexões mudas em quatro linhas  / Quartetos

De Outros Mundos  / Quintetos

Cinco Preces Budista, Cristã, Hindu, Muçulmana, Wicca

Formato SimbiosePrémio ‘Revelação’ de Poesia da A. P. Escritores

Cenas do Amor Desalmado  / Rimas vadias.

Reflexões mudas em duas linhas / Sobre o medo + Sobre o amor

A poesia dos outros dita por mim

 

 

Os dois livros listados abaixo estão disponíveis em formato PDF.
Envia um e-mail com o título pretendido.

 

EM NOME DA MÃE (2007)
Esta obra apresenta 72 diálogos poéticos entre o “Leigo que fala alto” e o Eu Superior dele. Há quem lhe chame Mestre Interno. Preferi chamar-se “Grande Sábio Que Fala Baixinho”. Trata-se dos desafios que o medo – esse filho dilecto do ego – nos tem vindo a colocar através da falta de tolerância, da raiva, do ódio, da agressão, da culpa, da morte, etc. Aqui tens uma amostra.

 

OS 12 ESTADOS DO SER (1993)
Esta obra (publicada pela Editora Nova Fronteira, Rio de Janeiro, em 1993), contém 24 poemas: 12 sobre os signos e 12 sobre a transição entre os signos. Todos eles foram escritos no formato “simbiose”, o qual recebera, em 1979, o Prémio ‘Revelação’ de Poesia da Associação Portuguesa de Escritores. Aqui tens uma amostra com os três signos da Primavera (Carneiro, Touro, Gémeos). Aprende a escrever poesia no formato ‘simbiose’.
Visita a Astrologia Arejada.