Composição dos símbolos dos planetas

Na composição dos símbolos dos planetas do Sistema Solar
(
Mercúrio, Vénus, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Neptuno, Plutão)
participam os seguintes elementos:

O CÍRCULO 
Representa o Espírito. A essência, a consciência, as energias vitais da vida.

O SEMICÍRCULO
Representa a Mente. A percepção e assimilação.

A CRUZ
Representa a Matéria. O pragmatismo, a aplicação prática, a vivência mundana.

 



MERCÚRIO

Mitologicamente, Mercúrio é um deus romano (Hermes para os Gregos). Astronomicamente, é o nome do planeta cuja órbita está mais próxima do Sol. Astrologicamente, rege os signos GÉMEOS (do elemento Ar e “mutável” por vigorar no final de uma estação: primavera) e VIRGEM (do elemento Terra e “mutável” por vigorar no final de uma estação: verão).    ♥    Mercúrio simboliza o plano mental desde o nível básico, racional, até ao nível da consciência superior. Sendo responsável pelas funções do intelecto, possibilita a aprendizagem, a comunicação e a distribuição das ideias. Por isso é conhecido por Mensageiro dos Deuses, daí o capacete e as sandálias aladas.

Na parte superior do símbolo de Mercúrio, temos o Semicírculo (Mente) simbolizando a receptividade às percepções superiores. O facto de estar no topo do símbolo, como se fosse uma antena, indica que a “receptividade às percepções superiores” é o factor fundamental da vida.    ♥   Na zona central (abaixo do Semicírculo), temos o Círculo (Espírito) como base e suporte das “percepções superiores” recolhidas e assimiladas.     ♥   Na zona inferior, temos a Cruz (matéria), indicando que as ditas “percepções superiores” têm de ser implementadas do plano físico. Quem nos dera que todos nós assim fizéssemos! 

 


 


VÉNUS – MARTE – JÚPITER – SATURNO
URANO – NEPTUNO – PLUTÃO
em breve