Prosa

NOVIDADES & SUGESTÕES

A ‘minha’ Astrologia ao serviço do riso
(ou, pelo menos, do sorriso)


Sermões de Vitorino de Sousa aos peixes
Às sardinhas, aos carapaus, aos bodiões e às fanecas

 

Entrevista à Bruxa Dugonga
do livro OPERAÇÃO DESATINOS


No Teatrinho Nacional Lusitano

Outros artigos no final desta página.

Talvez queiras ouvir um pouco de Ravel, enquanto visitas a página


Os livros listados abaixo estão disponíveis para compra;
basta seguir a ligação do título.

 

OPERAÇÃO DESATINOS
Alguns Colaboradores Imprescindíveis – deuses provenientes dos mais variados sectores da galáxia – foram mobilizados para uma zona do sul da Europa onde, há cerca de 900 anos, surgiu um país que Eles logo chamaram País dos Taralhoucos. De facto, a maior parte do que tem vindo a ocorrer naquele território, não tem pés nem cabeça. Portanto, por ter só tronco, não pode ir a lado nenhum! Para ficares com uma ideia, lê um breve resumo da apresentação dos 10  comandantes estelares que têm vindo a participar nesta Operação. Publicado em 2018.


A ARTE DA (CO)CRIAÇÃO
Uma forma divertida de apresentar um tema muito sério – a cocriação – sob a forma de um diálogo vivo com a imperdível Don’Abília. (2016)


MANUAL DA LEVEZA

O conteúdo deste livro, de 2015, sobre cura energética visa, é claro, a conquista da Leveza. Ou seja, a evolução. “Ascensão” pareceu-me um exagero.


CRÓNICA DA INCRÍVEL HISTÓRIA DO PATINHO

Um texto amoroso e divertido, de 2015, para as crianças grandes.

DICIONÁRIO DE ASTROLOGIA
Vasta informação sobre Astrologia – aquela matéria de que tanta gente se serve sem saber a sua função essencial. Também encontrará muitas oportunidades para sorrir. Editado em 2014

OS DEZ DESMANDAMENTOS
Este livro, de 2011, em cujo título consta a palavra “desmandamentos”, fala (de uma forma divertida e irónica), dos nossos “desmandos”, com base nos mandamentos do catolicismo.

 

ABECEDETA
O mais transgressor de todos os textos: registo de uma visita ao país de Êta Silhueta-Doce, o Incompreendido, Salve-o Deus. Ali, porque todas as palavras terminam em “eta”, o “abêcêdê” é abecedeta! (1983)

♦  ♦  ♦

 

Tens aqui os textos de outras obras, cujo PDF do texto podes baixar por um preço irrisório. São textos inéditos ou indisponíveis por falência das editoras onde foram publicados.

♦  ♦  ♦

ARTIGOS

No Teatrinho Nacional Lusitano

Como Eles lidam connosco

Escolher quem se canaliza